03-Palácio da Cruz Vermelha

Localização: Lisboa

No centro aristocrata de Lisboa, debruçado sobre o Tejo, fica situado o Palácio dos Condes D’Óbidos, sede nacional da Cruz Vermelha Portuguesa.

Aliando quatro séculos de história e um valioso património arquitectónico e artístico, este Palácio revela-se um espaço incomparável para a realização de eventos sociais, culturais e empresariais.

A área nobre do Palácio dos Condes d’Óbidos é composta por seis sumptuosos salões – Conselho Supremo, Parábolas, D. João de Castro, Grinaldas, Mitologia e de Jantar -, todos estes revestidos de painéis de azulejos do tipo do século XVIII. Neste piso existem também uma Biblioteca renascentista e uma pequena Capela. Do património artístico do Palácio, destacam-se as pinturas ornamentais, os lustres magníficos, os tectos apainelados e o diverso mobiliário antigo.

O Terraço, contíguo aos salões, permite ampliar estes espaços e utilizar um toldo, sempre que necessário. Daqui pode-se desfrutar de uma vista única sobre as docas da Rocha e de Alcântara, na margem direita, e a Ponte 25 de Abril, o Cristo-Rei, Almada e Cacilhas, na margem esquerda do rio Tejo.

Seja para a realização de um casamento, leilão, cocktail, exposição, jantar de gala, lançamento de produto, workshop ou concerto, as condições do Palácio dos Condes d’Óbidos adaptam-se sempre às exigências de cada iniciativa.

O espaço total da área nobre do Palácio comporta entre 250 a 280 pessoas sentadas.

O estacionamento de veículos no Palácio dos Condes d’Óbidos está limitado ao número de lugares disponíveis no parque particular do imóvel (cerca de 30 lugares). As alternativas são o parque público situado à frente da entrada principal do Museu de Arte Antiga ou na rua que ladeia o Jardim 9 de Abril, a poente.