Museu Da Electricidade

Localização: Lisboa




Propriedade e sede da Fundação EDP, o Museu da Electricidade – com o seu actual conceito de musealização – abriu as portas ao público em Maio de 2006. É, agora, para além de um importante repositório do passado, que amiúde convoca (a Central Tejo celebra, em 2009, o seu 1º. Centenário), um espaço que comunica o presente e onde se debate o futuro na área da energia.

Em Maio de 2008 foi lançada a nova identidade do Museu – que tem, desde então, uma imagem de marca própria.

Com a nova imagem surgiram também novos conteúdos, novo posicionamento e uma nova dinâmica.

É o segundo museu nacional com mais visitas guiadas e conseguiu em 2008 alcançar o terceiro lugar entre os museus mais visitados (110 mil visitas) do país (comparando com museus do Estado). Seguindo também este critério de comparação em 2007 havia sido o sétimo.

Com uma programação cultural regular e contínua; com o lançamento e concretização da nova identidade do Museu e com uma aposta reforçada na comunicação existe, agora a percepção pública de uma linha de actividade consequente e consolidada.

A conjugação sinergética destes factores tem gerado um forte impacto na notoriedade do Museu, da Fundação e mesmo do Grupo EDP, que faz dele um equipamento cultural e museológico de referência na cidade e no País, constituindo-se uma nova centralidade.

Isso mesmo pode ser atestado pelo aumento continuado do número de visitantes, pelo número de eventos ocorridos, pelo volume de propostas apresentadas e pela quantidade de solicitações recebidas.